• Estande da SkeletonLeaves/Flor do Brumado na feira 27a. Craft Design e Exposição em São Paulo
  • Catálogo de Produtos Ago/15
  • Porta-Guardanapos SkeletonLeaves
  • Fio flexível de 8 flores
  • Fio natural de 12 flores
  • Cartões artísticos com folhas esqueletizadas
  • Porta-guardanapo modelo folhagem com botões
  • Vaso com 8 botões para presente
  • Solitários mini rosa para presente
  • Porta-guardanapos modelo multifloral cru
  • Stand SkeletonLeaves na feira Craft Design
  • Estande da SkeletonLeaves/Flor do Brumado na feira Craft Design e Exposição em São Paulo

Imagens: Livro sobre esqueletização de 1864, Bauínia esqueletizada, Maços de folhas na secagem, Seleção de folhas, Confecção de flores, Pesquisa de folhasORIGEM

A esqueletização é um processo que ocorre espontaneamente na natureza. Ao consumir a clorofila de uma folha, larvas e insetos revelam suas complexas e fascinantes nervuras. É comum, ao passarmos debaixo de árvores, encontrarmos folhas esqueletizadas por insetos.

No esforço de imitar a natureza, para trazer à luz toda a beleza oculta sob o manto verde da clorofila das folhas, artesãos desenvolveram há centenas de anos o processo da esqueletização. Consta que já era praticada na China na era da dinastia Ming (século 14), e há relatos da época vitoriana (século 19) mencionando os phantom bouquets confeccionados com folhas esqueletizadas para impressionar a nobreza da Inglaterra. Obras de referência no assunto são, entre outras, o livro da J. E. Tilton & Company: “Phantom Flowers – A Treatise on the Art of Producing Skeleton Leaves”, publicado em Boston em 1864.


PROCESSO

Dedicada à esqueletização de folhas naturais e à confecção de fino artesanato com essa matéria-prima, a SkeletonLeaves nasceu de uma admiração pela beleza das folhas e da vontade de eternizá-la em produtos que mostrem todo o seu encanto.

As folhas SkeletonLeaves são esqueletizadas artesanalmente, num processo inteiramente manual que envolve colheita, cozimento, lavagem, secagem, classificação, seleção e finalmente embalagem. As folhas coloridas ainda passam pelo processo de clareamento e tingimento, antes da secagem.

A SkeletonLeaves capacita artesãs na zona rural de Mogi-Mirim, interior de São Paulo, a trabalharem com folhas de bauínia, magnólia, mangueira, abacateiro, figueira, jambolão, seringueira e outras tantas espécies, todas provenientes de bosques de reflorestamento. Os produtos resultantes são de grande delicadeza e efeito estético, resultado de puro trabalho artesanal.


UTILIZAÇÃO

Por sua versatilidade, as folhas-esqueleto podem ser usadas em decoração, moda e artes plásticas, aplicadas em embalagens, revestimentos, luminárias, móbiles, móveis, telas, vidros, álbuns, cartões, scrapbooking, vitrines e no que mais a sua imaginação permitir!

A folha esqueletizada é celulose pura e tem grande durabilidade. Ao contrário de uma folha desidratada, a folha esqueletizada apresenta bastante resistência, não se desfazendo facilmente. Há relatos de folhas esqueletizadas que, bem conservadas, duraram mais de um século.

Algumas têm texturas que se assemelham a tecidos, como rendas, sedas e organzas, e outras a papéis. Podem ser recortadas, coladas, costuradas, metalizadas e modeladas de várias formas, a frio ou a quente. Podem também ser tingidas ou usadas em seus tons naturais. E, como tecidos, podem também ser passadas a ferro.

Usadas em seus contornos naturais ou recortadas, transformam-se também em flores artesanais de grande efeito estético, por sua textura e transparência, permitindo a passagem da luz. Exemplos de aplicação de flores são arranjos; buquês; fios decorativos; porta-guardanapos; sachês; acessórios como anéis, broches, braceletes, colares, chapéus; decoração de ambientes; detalhes de embalagens de doces finos; decoração de mesas; lembranças de nascimento, casamento e brindes corporativos.

A SkeletonLeaves produz folhas esqueletizadas e confecciona flores e objetos sob encomenda. Possui um variado catálogo de folhas e pesquisa árvores brasileiras para ampliar a oferta a artesãos, artistas plásticos, decoradores e arquitetos, joalheiros, estilistas, fotógrafos, floristas, vitrinistas e profissionais de criação em geral.